Morte de Samuel Klein entristece comunidade judaica

“É com pesar que a Via Varejo comunica o falecimento de Samuel Klein, fundador da Casas Bahia. Com seu espírito empreendedor, criou os alicerces sólidos de uma companhia e foi um dos principais colaboradores para o desenvolvimento do varejo brasileiro. Foi a visão e o pioneirismo de Samuel Klein na oferta de crédito às camadas populares da população que possibilitou a realização dos sonhos de milhões de famílias brasileiras. A melhor forma de honrarmos seu legado empreendedor é continuar crescendo e realizando os sonhos de nossos clientes e colaboradores. A Via Varejo e todos os seus funcionários expressam neste momento seu sentimento de pesar e agradecem ao Sr. Samuel Klein pela sua importante contribuição.”

A Federação Israelita do Estado de São Paulo presta suas homenagens e transmite condolências à família deste grande exemplo ativista e exemplo de Tzedaká (Justiça Social).

A Confederação Israelita do Brasil recebeu nesta quinta-feira, com pesar e tristeza, a notícia da morte de Samuel Klein, aos 91 anos, em São Paulo.

COMUNIDADE CONDENA ATENTADO TERRORISTA EM JERUSALÉM

CJL CONDENA

O Congresso Judaico Latino-Americano expressa seu total repúdio e veemente condenação ao atentado terrorista perpetrado na manhã de hoje, em uma sinagoga de Jerusalém.

No marco de uma onda de violência que vem atingindo o cotidiano da sociedade israelense há várias semanas, este fato causa mais que apenas dor às vítimas e seus familiares se não a todos amantes da paz, pois maximiza ainda a tensão entre palestinos e israelenses.

Esperamos, como judeus, e também como cidadãos latino-americanos e do mundo, escutar vozes firmes de condenação a esses atos de terror. O mundo está testemunhando a ação desses grupos cuja ideologia se alicerça na destruição e morte, e as consequências repercutem em distintas latitudes.

Como Organização que representa as comunidades judaicas da América Latina, o Congresso Judaico Latino-Americano envia uma mensagem de solidaridade às famílias das vítimas deste trágico acontecimento, bem como a todos os habitantes de Israel que vem suportando uma sucessão de atos de violência, exortando a redobrar os esforços na busca de soluções para a tão almejada paz.
Jack Terpins
Presidente do Congresso Judaico Latino-Americano

CONIB CONDENA
A Conib – Confederação Israelita do Brasil – condena nos mais veementes termos o ataque terrorista contra uma sinagoga em Jerusalém, matando quatro rabinos e um policial que foi defendê–los. Os dois terroristas portavam armas de fogo e facões e avançaram barbaramente contra pessoas indefesas, que estavam rezando num templo religioso.
Segundo o presidente da Conib, Fernando Lottenberg, atos como esse só servem para promover o ódio e a violência, devendo ser condenados pela comunidade internacional de forma dura e inequívoca. A paz na região somente poderá ser alcançada com diálogo e entendimento.

Herdeiros de bens confiscados pelos nazistas

A Claims Conference publicou uma extensa lista de pessoas e empresas, procurando herdeiros dos bens confiscados pelos nazistas na Alemanha Oriental para fins de restituição. Se você está entre os possíveis herdeiros pesquise no site:
http://forms.claimscon.org/LAF/LAF-Liste.pdf…
Para saber mais, acesse o site:
http://www.claimscon.org/about/successor/late-candidatos-fund/
Todo o processo pode ser feito através desse site ou diretamente com o advogado Ingo Leetsch LL.M, na Alemanha, através do e-mail: ingo.leetsch@t-online.de
Divulguem ao máximo, pois essa já é uma segunda chamada que tem prazo até 31 de dezembro.

Videoconferência com Jon Medved

A Câmara Brasil Israel de Comércio e Indústria e a Missão Econômica de Israel no Brasil realizam no dia 29 de outubro, às 8h, no Microsoft Technology Center  (Av. Das Nações Unidas, 12.495 – 17o andar), palestra via videoconferência  com o israelense Jon Medved, considerado “o rei das start ups”, com o tema:  “Update from the StartUp Nation: Equity Crowdfunding – The Next Wave of Inovation Finance”.

Reconhecido por suas empresas multimilionárias e pelo enorme sucesso em seus negócios, Medved, que é CEO da Ourcrowd, uma plataforma de e-commerce que possibilita investir em mais de 50 start ups israelenses, foi considerado pelo Washington Post um dos principais capitalistas de alto risco em tecnologia e nomeado pelo The New York Times como um dos 10 americanos mais influentes em Israel.

Ele investiu em mais de 100 start ups israelenses, das quais 12 chegaram a valorizações superiores a $ 100 milhões de dólares. Sempre à frente de seu tempo e sem medo de investir, cativou audiências nos últimos 20 anos falando sobre o surgimento da inovação econômica de Israel.

A palestra será em inglês (sem tradução).

JOSÉ GOLDEMBERG É ELEITO PROFESSOR EMÉRITO 2014

goldemberg
José Goldemberg recebeu o 18º Prêmio Professor Emé­rito – Troféu Guerreiro da Educação – Ruy Mesquita, concedido anualmente a uma personalidade de destaque na educação brasileira. Pro­movido pelo CIEE em parceria com o Estadão, o prêmio entregue no Dia do Profes­sor (15/10, quarta-feira, às 10h), no Teatro CIEE, após um café da manhã.

“Trata-se de uma justa homenagem à figura hoje insuficientemente lembrada do educador”, afirma Ruy Martins Altenfelder Silva, presidente do Conselho de Administração do CIEE e da comissão julgadora do prêmio. “Para reforçar o reconhecimento, a entrega da láurea e do troféu ocorre exatamente no Dia do Professor, uma data quase esquecida no calendário das comemorações nacionais”, conclui.

Autor de várias obras científicas, doutor em ciências físicas e professor pesquisador de universida­des brasileiras e do exterior, Goldemberg tem significativa trajetória na área educacional, tendo sido reitor da Universi­dade de São Paulo, entre ou­tras atividades.

Também deu relevante contribuição à ad­ministração pública, como mi­nistro da Educação e secretário do Meio Ambiente (Federal) e secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo.

O prêmio Professor Emérito – Troféu Guerreiro da Educação Ruy Mesquita é concedido anualmente a um educador que tenha prestado contribuição destacada ao ensino e ao desenvolvimento em áreas relevantes do conhecimento. O homenageado é escolhido a partir de uma lista de nomes sugeridos num processo aberto, do qual participam conselheiros do CIEE, Professores Eméritos anteriores e personalidades dos mundos acadêmico e empresarial.

Documentário sobre Aracy Rosa é exibido no Festival Rio 2014

Aracy_filme_1
O documentário “Esse Viver Ninguém Me Tira”, dirigido por Caco Ciocler, busca reconstituir o período vivido por Aracy Moebius de Carvalho Guimarães Rosa em Hamburgo, Alemanha, no final da década de 1930 e início de 1940. Trabalhando como chefe do setor de passaportes do consulado brasileiro, ela decidiu ajudar judeus a emigrarem para o Brasil, contrariando o regime nazista e as circulares secretas emitidas pelo governo Getúlio Vargas. Na Alemanha, ela conheceu aquele que seria seu futuro marido, João Guimarães Rosa.

Parte das filmagens foi feita na Austrália e em Israel, onde o filme foi exibido pela primeira vez. O filme participou do Festival de Gramado, em agosto de 2014, com uma versão provisória.

“Existe pouca documentação relativa a esse episódio da vida dela, até porque a Aracy não imaginou que estivesse realizando um gesto heroico. O grande desafio foi sustentar a Aracy como protagonista, retirá-la do papel de mulher do escritor Guimarães Rosa. A gente escolheu falar sobre uma existência, uma vida e o que sobra de uma vida. Ela morreu com Alzheimer, sempre foi relegada à sombra do marido. Por isso o título Esse Viver Ninguém Me Tira, frase que consta de uma carta que ela escreveu para o Guimarães Rosa quando ele já estava morto – e na qual faz uma revisão da vida ao lado dele. É uma carta linda, que encerra o filme”, disse Ciocler em entrevista à jornalista Sonia Racy.

Aracy morreu com 102 anos. Seu nome foi incluído, em 1982, no Jardim dos Justos entre as Nações, no Museu do Holocausto (Yad Vashem), em Jerusalém. O termo “justo” é utilizado pelo Estado de Israel para descrever os não judeus que arriscaram suas vidas, durante a Segunda Guerra Mundial, para salvar judeus do extermínio. A alcunha que Aracy recebeu, “O Anjo de Hamburgo”, foi criação de um jornalista muito depois do fato histórico.

“Ela foi símbolo da dignidade, da crença em valores universais e da solidariedade”, afirma Claudio Lottenberg, presidente da Conib. “Nós a carregaremos sempre em nossa memória, como homenagem a quem fez tanto pelo povo judeu, pela humanidade e contra a barbárie nazista”. Aracy foi homenageada pela presidente Dilma Rousseff, na cerimônia do Dia Internacional do Holocausto, realizada em Brasília em 2013.

Primeira palestra do ciclo “Brasileiros do Holocausto”

cultura

Nesta segunda dia 29 aconteceu a primeira palestra do ciclo “Brasileiros do holocausto”
Michel Dymetman relatou a participação dos franceses na colaboração com a Alemanha nazista. Aos 16 anos ficou em campo de concentração na França e depois trabalhou como escravo na Áustria. Seu relato, apesar de dramático, consegue ser bem humorado. A mediação dos encontros é feita pelo escritor e cineasta Marcio Pitliuk, curador do ciclo e um dos maiores especialistas sobre o Holocausto, no Brasil.
A próxima palestra será no dia 6 de outubro com a participação de Jan e Yvette Strebinger, na Livraria Cultura do Conjunto Nacional.

Geraldo Alckmin visita obras do Museu Judaico

museu
Nesta segunda o governador Geraldo Alckmin visitou as obras do Museu Judaico de São Paulo onde foi recebido pelo presidente da instituição Sérgio Simon. Entre os presentes o ex governador Alberto Goldman, o vereador e candidato a deputado federal Floriano Pesaro e o candidato a deputado estadual Joe Diwan.
As obras que vão transformar a histórica sinagoga na rua Martinho Prado no novo museu estão em ritmo acelerado. As características originais do prédio em estilo bizantino foram mantidas, mesclando o antigo e o moderno.

A obra contempla a incorporação de modernos conceitos de sustentabilidade. Além do uso de materiais ecologicamente corretos, estão previstos sistemas de captação para reuso da água da chuva. Vale uma visita ao site http://www.museujudaicosp.org.br para saber mais sobre o museu e as obras. O Museu Judaico está inserido no projeto “Viva o Centro”, de revitalização da capital.