Maxim Vengerov no Teatro Municipal em prol do Ten Yad

Um dos maiores violinistas da atualidade, Maxim Vengerov se apresenta no Teatro Municipal em prol do Ten Yad
Apresentação única, acompanhada do pianista Vag Papian, será dia 24 de agosto e destaca peças de Paganini, Brahms e Prokofiev
Em prol das obras assistenciais da Instituição Beneficente Israelita Ten Yad, entidade reconhecida por seus projetos de segurança alimentar, o russo Maxim Vengerov, um dos violinistas mais virtuosos da atualidade, se apresenta com o consagrado pianista e maestro Vag Papian dia 24 de agosto, no Teatro Municipal de S. Paulo. O violinista, que iniciou sua carreira aos cinco anos de idade, é enviado especial da Unicef para Música e costuma se apresentar para crianças de países como Uganda, Tailândia e Kosovo. Em São Paulo, o duo interpretará composições de César Franck (Sonata in A major), Prokofiev (Sonata No1 in F minor, Op 80), Paganini, Brahms, Dvorak, entre outros compositores.

Considerado um dos músicos mais dinâmicos do mundo, Vengerov tocou aos cinco anos, em seu primeiro recital, obras Paganini, Tchaikovsky e Schubert. Aos dez anos, ganhou o Concurso Wieniawsky, da Polônia. Hoje, Vengerov toca um violino Ex-Kreutzer de 1727, construído por Antonio Stradivari.

Os ingressos para o concerto já estão à venda no site http://www.compreingressos.com ou pelos telefones (11) 3334-2977 / 3222-3385.

Anúncios

Ten Yad terá cardápio temático da “cozinha” dos países participantes da Copa para seus assistidos

Torcer pelo Brasil e degustar as delícias gastronômicas dos países participantes da Copa faz parte da festa que a Instituição Beneficente Israelita Ten Yad está preparando para seus assistidos nas próximas semanas. O teatro de sua sede (Rua Newton Prado, 76 – Bom Retiro, centro, São Paulo), com capacidade para 200 pessoas, estará aberto ao público nos dias de jogos do Brasil para todos que quiserem torcer pela seleção brasileira assistindo as partidas em telão. A Instituição também oferecerá pipoca e bebidas aos torcedores. Até o momento, estão programadas sessões para a primeira fase dos jogos do Brasil, nos dias 12, 17 e 23 de junho.

“O Ten Yad se preocupa em oferecer aos seus assistidos não somente o alimento físico, mas também um alimento para a alma, com entretenimento, lazer e atividades que tornem a vida dos participantes dos nossos projetos mais felizes e dignas”, afirma o Diretor do Ten Yad, Rabino David Weitman

Outra ação do Ten Yad, conhecido por seus programas de segurança alimentar, homenageia alguns dos 32 países participantes do campeonato. Serão oferecidos, nos dias de jogos,  pratos especiais temáticos criados pela equipe do Ten Yad. As refeições serão servidas no refeitório da Instituição, que atende diariamente centenas de pessoas. Desenvolvido com suporte de nutricionista, o cardápio contempla culinárias como a brasileira (feijoada, costela com mandioca e arroz de carreteiro), italiana (macarronadas e sopas típicas), argentina (churrasco, batata assada com alecrim), mexicana (carne moída com chilli e guacamole), entre outras.

Os pratos temáticos serão servidos aos assistidos do Ten Yad entre os dias 12 de junho e 11 de julho.

Show de Yaakov Shwekey, em prol do Ten Yad, atrai 2 mil pessoas na Hebraica

No último dia 3, o Ten Yad e a Hebraica apresentaram, no Centro Cívico Itzhak Rabin, um show de Yaacov Shwekey para celebrar Chanuká. A apresentação única teve os ingressos esgotados e toda a renda arrecadada será revertida aos projetos assistenciais do Ten Yad, entidade que reúne programas de segurança alimentar e inclusão social.

Antes do show, Abramo Douek, presidente da Hebraica, Peter Weiss, presidente do conselho da Hebraica, Moisés Nigri, presidente do Ten Yad e Sasson Dayan, patrono de honra da noite e presidente do Banco Daycoval acenderam a sétima vela de Chanuká.  A abertura do show foi feita pelo coral da Escola Beit Yacoov e pelo cantor brasileiro Micha Gamerman.

Shwekey apresentou cerca de dez canções, entre elas o sucesso “Cry no more” e “Vehi Sheamdá”. O cantor, que já se apresentou outras vezes no Brasil, elogiou o trabalho do Ten Yad e dedicou suas canções aos assistidos e voluntários da entidade. Após o show do Centro Cívico, cerca de 300 jovens de movimentos juvenis de São Paulo, com o apoio da Federação Israelita do Estado de São Paulo (Fisesp), assistiram um exclusivo pocket show do cantor, na própria Hebraica.

Aos 36 anos, Yaacov Shwekey é um dos principais expoentes da música judaica da atualidade. Criado no Brooklyn, em Nova York, onde realizou seus estudos religiosos na Yeshivá do Brooklyn, Shwekey iniciou sua carreira em um coral de meninos. Seu primeiro álbum solo foi gravado em 2001 e rapidamente Shwekey começou a fazer shows por todo o mundo – desde apresentações pequenas, como casamentos, até grandes eventos.

Ten Yad inaugura nova sede no Bom Retiro

Com a presença do governador Geraldo Alckmin, a entidade assistencial Ten Yad inaugurou este domingo, 1º de dezembro, sua nova sede, no bairro do Bom Retiro, em São Paulo.

O edifício Esther Safra, no Bom Retiro, foi sede de uma das mais importantes sinagogas paulistanas. Ele foi reformado e adequado às ações sociais desenvolvidas pelo Ten Yad.

Após o evento, o governador twittou: “Estive hoje na inauguração da nova sede da instituição beneficente Ten Yad, no Edifício Esther Safra, no Bom Retiro. São 11 anos de Bom Prato na 25 de Março sob administração da Ten Yad. De lá pra cá, servimos mais de 5 milhões de refeições. Boa parceria. Em hebraico, Ten Yad significa ‘estender a mão’ e é um admirável projeto social para os mais necessitados”.

O Ten Yad tem desde 2002 participação nas ações sociais de combate à fome do Governo do Estado, com uma parceria no Programa Restaurante Popular Bom Prato.

A unidade, localizada à Rua 25 de março número 166, é destinada ao atendimento da população de rua, indigentes, desempregados, servindo 1.800 refeições nutritivas por dia, ao preço de R$ 1,00, sendo que crianças de até seis anos de idade não pagam.

O Ten Yad também tem parcerias com as prefeituras de São Paulo, campos do Jordão e Nazaré Paulista.

1452501_464745703636476_1716645273_n

Mostra em SP retrata judeus do Bom Retiro amparados pelo Ten Yad

A exposição “Bom Retiro: Relatos-Retratos” reúne retratos de judeus do Bom Retiro, que imigraram para o Brasil e foram amparados pelo Ten Yad (“estender a mão”, em hebraico), instituição beneficente israelita de combate à fome criada em 1992. As pinturas foram feitas pela artista plástica israelense Ofra Grinfeder e o projeto foi elaborado em parceria com a professora Itanira Heineberg. Ao lado dos quadros, há textos que contam a história desses personagens.

Entre os relatos, está o de Menachen, filho de pai russo e mãe polonesa, que nasceu no campo de concentração de Auschwitz, em 1944. Ele é um dos 150 mil judeus que vivem no Brasil atualmente.

O rabino David Weitman, diretor do Ten Yad, foi prestigiar a mostra e falou à imprensa sobre a importância da entidade.

A exposição fica em cartaz até 15 de outubro no Museu da Energia de São Paulo (Alameda Cleveland, 601), em São Paulo.  De terça a sábado, das 10h às 17h.  A entrada é gratuita.

Ten Yad realiza exposição Outros Olhares

As artistas plásticas Sima Woiler, Lili Yshay e Liat Yshay apresentam em acrílicas e aquarelas seu olhar sobre a arte contemporânea. Parte da renda obtida com a venda das telas será revertida para as obras assistenciais da instituição.

árvore-da-vida-colorida-técnica-mista-sobre-papel-parte-da-exposição-Outros-Olhares-590x382As artistas plásticas Sima Woiler, Lili Yashay e Liat Yashay reuniram seus talentos e criatividade para compor, a “seis mãos”, a exposição Outros Olhares, que a Instituição Beneficente Ten Yad apresenta de 30 de agosto a 16 de setembro, no seu Hall das Artes, em São Paulo. São 17 acrílicas e 8 aquarelas sobre tela, em diferentes formatos, que compartilham o olhar e experimentos técnicos das artistas sobre arte contemporânea. As telas estarão à venda, por preços a partir de R$ 500 e parte da renda será revertida para as obras assistenciais da Ten Yad.

“Existe nas três artistas a busca permanente pelo aprimoramento, assim como um rigor na destreza de conceber as suas composições. A maneira de lidar com a cor, por exemplo, é uma característica importante: a linguagem visual da exposição trabalha as tonalidades com grande intensidade, estabelecendo atmosferas mágicas em que o observador se sente contagiado pela forma como as percepções do mundo são articuladas”, define o curador de Outros Olhares, Oscar D’Ambrosio, da Associação Internacional de Críticos de Arte (AICA-Seção Brasil) e doutor em Educação, Arte e História da Cultura pela Universidade Mackenzie e mestre em Artes pelo Instituto de Artes da Unesp.

A exposição estará aberta ao público de segunda a quinta-feira, das 9h às 18h; de sexta e domingo, das 9h às 14h (fecha aos sábados). O Hall das Artes fica na sede da Ten Yad, à rua Newton Prado, 76, no bairro do Bom Retiro, região central da cidade. A entrada é gratuita. O vernissage será dia 29 de agosto, quinta-feira, às 19h30.

Ten Yad promove show com o mentalista Marc Salem

Marc Salem parece ler mentes, mas na verdade ele é um dos maiores especialistas mundiais em comunicação não verbal, ou seja, ele consegue “ler” uma pessoa só examinando a maneira como ela se porta ou se movimenta. Venha se divertir muito com sua família em um show diferente, animado, surpreendente e sem precedentes. E mais, toda a renda vai ser destinada às obras do Ten Yad e dos Berçarios Naar Yisrael! Dia 27 de agosto, às 20h, no Teatro Paulo Autran (Sesc Pinheiros), SP. Ingressos: (11) 3334-2977.

1010172_387857171325330_336809665_n