Museus do Holocausto de Curitiba e de Washington (EUA) firmam parceria na área de Educação

Diretor-geral de assuntos externos, Arthur Berger, e diretor nacional do programa de educação, Peter Fredlake, ambos do United States Holocaust Memorial Museum de Washington, e o coordenador-geral do Museu do Holocausto de Curitiba, Carlos Reiss

O Museu do Holocausto de Curitiba fechou na semana passada uma parceria com o United States Holocaust Memorial Museum de Washington (EUA), na área de educação. Os museus se tornarão parceiros em projetos de educação para professores de ensinos fundamental, médio e superior. Também serão feitos intercâmbio, tradução de materiais pedagógicos e participação em cursos e congressos.

O estreitamento das relações entre as instituições faz parte do projeto do Museu do Holocausto de Curitiba para estimular as práticas educacionais através de parcerias internacionais. “Somos mais uma voz que transmite as mesmas lições e mensagens que todas as instituições ligadas ao Holocausto. No Brasil, nosso pioneirismo nos transformou em referência”, afirmou o coordenador-geral do Museu de Curitiba, Carlos Reiss.

“Temos uma imensa rede de professores que participam das capacitações e levam as experiências sobre ensino do Holocausto para a sala de aula. Será uma honra essa parceria com o Museu do Holocausto de Curitiba, que faz um grande trabalho no Brasil”, disse o diretor de educação do Museu de Washington, Peter Fredlake.

Um intercâmbio de materiais e experiências também foi acordado entre o Museu do Holocausto de Curitiba e instituições judaicas de Nova York: o Museum of Jewish Heritage, o Institute for Jewish Research YIVO e a Anti-Defamation League, que disponibilizou o extenso material pedagógico “Echoes and Reflections” para uso no museu curitibano.

O presidente da Association of Holocaust Organizations, William Shulman, e o conselheiro geral do Congresso Judaico Mundial, Menachem Rosensaft, também receberam Reiss. “Essas visitas são muito importantes para a visibilidade do Museu e também da cidade de Curitiba. O apoio será irrestrito”, prometeu Rosensaft.

Anúncios