KKL lança campanha publicitária para atrair novos associados

3O  KKL Keren Kayemet LeIsrael está lançando um campanha publicitária com o objetivo de incrementar o número deassociados no Brasil.

Com  dois anúncios para mídia impressa e digital : “Regar para reflorestar a vida” e “Um carinhoso abraço pela vida”, a campanha   destaca o esforço e a dedicação do KKL para a preservação do nosso planeta e ressalta a importância do apoio de amigos, parceiros e mantenedores  para ajudar a tornar a vida mais verde.

O KKL Keren Kayemet LeIsrael é a mais antiga e maior organização ambiental não governamental do mundo, fundada em 1901, com a proposta de se criar um fundo nacional à fim de comprar terras onde hoje é Israel.  Desde o seu início, e ao longo de seus 1113 anos de existência, o KKL liderou um projeto florestal sem precedentes, que transformou uma terra desolada em um maravilhoso país verde. Mais de 240 milhões de árvores foram plantadas ao longo dos anos.  Atualmente, o trabalho do KKL em Israel está concentrado em seis áreas de atuação  que incluem florestas, água e meio ambiente, educação, desenvolvimento comunitário e segurança, turismo e recreação e pesquisa e desenvolvimento.

A preocupação ambiental e a consequente busca por uma vida mais saudável é a missão principal do KKL, que trabalha na constante busca por meios para assegurar atransmissão de valores aos jovens na terra de Israel e na diáspora; preservando o sonho judeu. O verdadeiro “ Sionismo Verde.

Graças às doações de diversos apoiadores e parceiros, o KKL Brasil pôde, por exemplo, presentar a região do Carmel, devastada por um incêndio em 2010, com um caminhão de bombeiros de última geração. Anualmente, o KKL Brasil  comemora Tu Bishvat  (o Ano Novo das Árvores), com dezenas de eventos em todo o País e a distribuição de centenas de mudas de árvores.  Outro consagrado trabalho do KKL Brasil é o Luach, calendário judaico anual.

Quem quiser se tornar um sócio mantenedor do KKL Brasil deve entrar em contato pelo telefone: (11) 3083.2214, ou pelo email: secretaria@kkl.org.br. As contribuições podem ser mensais, bimestrais, trimestrais, semestrais ou anuais e o valor é livre, preferencialmente múltiplos de R$18,00 ( Chai = Vida ), valor cobrado para se plantar uma árvore em Israel.

Anúncios

Agenda do dia

Ela-Vai-poster-nacionalO Clube A Hebraica de São Paulo exibirá hoje, às 20h30, o filme francês “Ela Vai”. Sinopse: Bettie (Catherine Deneuve) é uma viúva de 60 anos, que cuida de um restaurante em uma pequena cidade francesa. Amante de um rico industrial local, ela está cansada de ouvir as constantes promessas de que largará a esposa. Um dia isto finalmente acontece, mas, para surpresa de Betty, ele fica com uma mulher mais nova que está grávida. Perturbada com a novidade, ela sai de carro pela estrada e acaba vivenciando diversas situações que irão mudar radicalmente sua vida pessoal e profissional.

Comunidade judaica prestigia nomeação de Dom Orani como cardeal em Roma

1391781993-Tempesta Fierj

Dom Orani Tempesta, recém-nomeado cardeal pelo papa Francisco, em encontro com as diretorias da Conib e da Fierj na Arquidiocese em 24 de janeiro

A chegada do papa Francisco ao Vaticano deu um impulso maior ao diálogo do catolicismo com outras religiões, principalmente a judaica. A percepção é do diretor da Federação Israelita do Rio de Janeiro (Fierj), Herry Rosenberg, que foi a Roma apenas para prestigiar a entrada de Dom Orani Tempesta ao colégio de cardeais da Igreja Católica.

“Na verdade, esse diálogo vem acontecendo desde o papa João XXIII, mas com o papa Francisco ganhou outra dimensão pelas declarações dele, muito importantes,” disse Rosenberg ao portal Terra após estar presente na missa celebrada pelo Papa. “Ele até está preparando a visita dele à Terra Santa em maio”, lembrou.

Rosenberg disse que, da mesma forma que o Papa, Dom Orani tem prestigiado bastante e estimulado o diálogo não só entre judeus e católicos como com outras religiões. “Na Jornada Mundial da Juventude, tivemos um evento único em que as comunidades muçulmana, judaica e cristã estiveram juntas em um seminário de 50 jovens de cada comunidade”, disse Herry.

“Lá se falou de todas as coisas que temos em comum entre as três religiões que vêm de Abraão. É um relacionamento que precisa ser aprofundado. Vivemos um momento de paz, estamos aqui para isso, em prol da paz e da fraternidade que o mundo precisa”, afirmou.

Agenda do dia

  • A fonoaudióloga Viviane K. Gurfinkel ministra palestra sobre o Método Padovan, abordagem terapêutica que vem tendo resultados em inúmeros problemas neurológicos como gagueira, dislexia, Parkinson, até sequelas de AVC. Será na Sinagoga Mishcan Menachem (Rua Madre Teodora, nº 45 – Jardim Paulista). O evento faz parte do Projeto Mais Saúde, que a sinagoga realiza em parceria com a Homeosaúde. Já foram realizadas três palestras com diferentes temas relacionados à saúde. Inf.: 3051-6472.
  • Revital Poleg, shlichá da Agência Judaica, estará na Sede da Na’amat Pioneiras São Paulo hoje, às 15h,  para um encontro com as chaverot.
  • Hoje haverá Yom Tehilim, corrente de leitura de Salmos, que acontece uma vez por mês no Centro Judaico Bait, às terças-feiras, na semana Rosh Chodesh, das 9h às 11h, no 2o andar. Às 10h30 acontece o “Dvar Torá”, com o Rabino, seguido de oração “Mi Shaberach” para o pronto restabelecimento dos enfermos. Inf.: 3663-2838.

Cantor Luigi Venutti anima tarde italiana do Clube das Vovós

tarde-italiana_ilustracaoO cantor Luigi Venutti conduziu uma animada tarde musical no primeiro encontro de 2014 do Clube das Vovós Lotte Pinkuss, da CIP, que contou também com a participação do rabino Michel Schlesinger, que conversou com o público e deu as boas-vindas aos participantes do projeto.

O Clube das Vovós, como é carinhosamente conhecido, foi fundado em 1952 pela Sra. Lotte Pinkus. Atualmente, além de manter possibilidade de oferecer uma tarde de lazer, integração e socialização aos idosos de entidades diversas, também possui uma importante função para captação de recursos. Duas vezes ao mês o chá é oferecido a cerca de 300 convidadas da comunidade e residentes de asilos, acompanhado de uma programação cultural especialmente selecionada. Especiais também são os lanches, chás e bolos: são todos preparados e servidos pelas 25 voluntárias do Clube.

Historiador Benny Morris fala sobre o conflito israelo-palestino em palestra em SP

Benny Morris e Jayme Blay

Benny Morris e Jayme Blay

O historiador israelense Benny Morris, que estuda há 30 anos o conflito israelo-palestino, mostrou em palestra promovida dia 19 de fevereiro pela Câmara Brasil-Israel, em São Paulo, pessimismo quanto ao andamento do processo de paz entre israelenses e palestinos.

Otimista após os Acordos de Oslo, no início dos anos 90, Morris afirma que mudou de posição ao final daquela década, “decepcionado com os palestinos”. Ele repassou os principais pontos das tentativas fracassadas de acordo desde o ano 2000, para concluir que há um “rejeicionismo palestino consistente. Os palestinos querem tudo – desde a década de 1920”. Para o historiador, os palestinos confiam no tempo: “a demografia os favorece, e a perpetuação da ocupação mantém Israel como vilão”.

Em sua visita a São Paulo, Morris fez palestra também no Hospital Israelita Albert Einstein, ocasião em que lançou seu livro “Um Estado, Dois Estados – Soluções para o conflito Israel–Palestina”. A edição em português é da Sêfer. Também participou de tarde de autógrafos no Rio de Janeiro e gravou ainda entrevista no programa Roda Viva, da TV Cultura. Ele veio ao Brasil a convite da Fisesp e do Hospital Albert Einstein.

Agenda do dia

  • A Diretoria da Sinagoga Ohel Yaacov em parceria com a Universidade Israelense Bar Ilan convidam para a cerimônia de entrega de diplomas aos alunos que participaram dos cursos sobre “Os Grandes Sábios  do Judaísmo”. Os cursos tiveram início em agosto de 2011 e foi concluído em dezembro de 2013. Foram estudados cinco importantes rabinos – cada um deles teve seu pensamento e obra estudados em um semestre. O evento ocorrerá às 20h na sede da Sinagoga Ohel Yaacov, localizada à Rua Cravinhos, 61, no bairro Jardins.