Comunidade participa de missa realiza por D. Odilo em memória de vítimas do Holocausto

A partir da esquerda: Raul Meyer, Ruben Sternchen, Odilo Scherer, Michel Schlesinger, José Bizon, Eduardo Wurzmann

A partir da esquerda: Raul Meyer, Ruben Sternchen, Odilo Scherer, Michel Schlesinger, José Bizon, Eduardo Wurzmann

O cardeal-arcebispo de São Paulo, d. Odilo Pedro Scherer, celebrou às 17 horas do último dia 26, na Catedral da Sé, no centro da capital paulista, uma missa em memória das vítimas do Holocausto, na presença de rabinos e delegações da comunidade judaica, que rezaram junto com os católicos para que Deus não permita que se repita tragédia igual no futuro. 

“Pela primeira vez na história desta Catedral, uma missa será dedicada à memória das vítimas da Shoa, graças à sensibilidade do cardeal-arcebispo d. Odilo Pedro Scherer e ao incansável trabalho da Comissão Nacional de Diálogo Católico-Judaico, liderada pelo cônego José Bizon”, disse o rabino Michel Schlesinger, da CIP.

D. Odilo deixou de lado os comentários sobre as leituras bíblicas da missa, para falar da tragédia do Holocausto. Leu trechos do discurso que Bento XVI fez, ao visitar Auschwitz, em 28 de maio de 2006. Joseph Ratzinger, agora papa emérito, afirmou que era difícil para um alemão, como ele, visitar o campo de concentração e perguntou onde estava Deus e por que ele permitiu que acontecessem tais crimes.

Coral da Wizzo

Coral da Wizzo

O rabino Ruben Sternschein, também da CIP, observou que os seis milhões de judeus vítimas do Holocausto não eram soldados, mas homens, mulheres e crianças que foram arrancados de suas casas e assassinados. Os líderes religiosos da comunidade judaica recitaram o Kadish, oração pelos mortos, em hebraico e em português. D. Odilo pediu descanso eterno para as vítimas da tragédia e conforto para suas famílias.

O coral feminino Wizzo, da comunidade judaica, cantou músicas sobre o Shoa e o Coral da Catedral entoou as partes cantadas do ritual da missa. O cônsul-geral de Israel em São Paulo, Joel Barnea, agradeceu a atenção de d. Odilo. Apresentou-se como um sobrevivente do Holocausto e informou que Israel já está se preparando para a visita do papa Francisco à Terra Santa, de 23 a 26 de maio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s