Convenção anual da Conib debate pequenas comunidades, identidade judaica e notícias do Oriente Médio

Em sua 44ª convenção anual, realizada no último fim de semana em Belo Horizonte, a Conib, com representantes de federadas de 13 Estados e de entidades judaicas de âmbito nacional – Agência Judaica, B’nai B’rith, Na’amat Pioneiras e Wizo, além de jovens do Habonim Dror –  o embaixador de Israel, Rafael Eldad, o cônsul-geral de Israel em São Paulo, Yoel Barnea, e o cônsul-honorário de Israel em Belo Horizonte, Silvio Musman, abordou os caminhos da identidade judaica no Brasil, analisou formas de apoio às pequenas comunidades, discutiu a produção de notícias sobre o Oriente Médio e debateu a posição de integrantes do Congresso Nacional sobre questões ligadas ao Estado de Israel.  

Na capital mineira, o presidente da Conib, Claudio Lottenberg, se reuniu com o prefeito Marcio Lacerda. Mais tarde, os participantes da convenção foram recebidos no Palácio da Liberdade pela secretária de Estado do Planejamento e Gestão, Renata Vilhena, representando o governador de Minas Gerais, Antônio Anastasia. Vilhena lembrou as missões oficiais a Israel, no governo de Aécio Neves, e ressaltou a forte parceria entre Minas e Israel, com destaque para as áreas de ciência, tecnologia e de incubadoras: “Israel é nossa inspiração”. Fernando Lottenberg, secretário-geral da Conib, observou o forte simbolismo de a recepção aos judeus brasileiros, “que o País acolheu de braços abertos”, ocorrer no Palácio da Liberdade, e lembrou de Tiradentes, Juscelino Kubitschek e Tancredo Neves. A Agência Minas e a rádio CBN de Foz do Iguaçu destacaram a recepção.

Na convenção, foram homenageados postumamente, por sua grande contribuição à causa judaica, Mauricio Corrêa, presidente do STF, Samuel Szerman, presidente da Associação Cultural Israelita de Brasilia; e Marx Golgher, ativista comunitário mineiro. Também recebeu homenagem João Leite, deputado estadual de Minas Gerais.

Na presença de sua esposa Myra e de seu filho Gerson, o ativista comunitário mineiro Marx Golgher foi homenageado por Mauro Terepins, vice-presidente da Conib.

Um dos temas de discussão mais calorosa na convenção foi a identidade judaica no Brasil. O debate teve Maria Luiza Tucci Carneiro, professora de História, da USP; Jorge Zaverucha, cientista político, da UFPE; Jacques Levy, presidente do Instituto Histórico Israelita Mineiro, e Daniel Douek, cientista social e membro do grupo de jovens Fórum 18.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s