Megadelegação israelense encontra Lula e debate relações econômicas com o Brasil

1383829153-Lulalá

Uma delegação de 25 funcionários do Ministério das Relações Exteriores de Israel, em visita oficial ao Brasil, encontrou nesta terça-feira, 5 de novembro, em São Paulo, o ex-presidente Lula.

Clara Ant e Luiz Dulci, diretores do Instituto Lula, expuseram aos visitantes as realizações do governo brasileiro nos últimos 10 anos. Eles se mostraram especialmente interessados em entender os projetos na área social.

Além da capital paulista, os diplomatas israelenses irão a Brasília, onde participarão de seminário no Ministério das Relações Exteriores, e ao Rio de Janeiro, onde encontrarão o governador Sergio Cabral, visitarão a Petrobrás, a Rede Globo, o Centro de Operações da Prefeitura e participarão no domingo da cerimônia de abertura da exposição “Papas em Israel”, na base do Cristo Redentor. Eles também terão um jantar de Shabat com a liderança judaica.

Na quarta-feira, 6 de novembro, a delegação participou no Centro da Cultura Judaica, em São Paulo, de um seminário sobre comunicação, com a participação dos jornalistas Ricardo Lessa, Sergio Malbergier e Jaime Spitzcovsky. Eles também visitaram a empresa Ituran e a Faculdade Zumbi dos Palmares.

Na terça, 5 de novembro, participaram de um debate na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP). O evento, promovido pelo Consulado de Israel em São Paulo em parceria com a FIESP e com a Câmara Brasil Israel de Comércio e Indústria, teve como objetivo dar-lhes maior conhecimento do Brasil, de forma a estimular o incremento das relações bilaterais, e precedeu a visita do cientista-chefe do Ministério da Economia de Israel, Avi Hasson, à FIESP, nesta quarta-feira.

O painel teve como palestrantes o cientista político Heni Cukier e o diretor do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da FIESP,  Roberto Gianetti da Fonseca. Estiveram no encontro o vice-diretor da Divisão da América Latina do Ministério das Relações Exteriores de Israel, Itzhak Shoham, e o cônsul de Israel em São Paulo, Yoel Barnea.

Jayme Blay, presidente da Câmara, identificou oportunidades de negócio entre empresas brasileiras e israelenses em serviços de saúde, segurança e produção de etanol: “Há muita pesquisa que pode ser feita por institutos israelenses ajudando a desenvolver novas tecnologias e sementes, aumentando a produção de etanol. Outro campo amplo para cooperação são os serviços de saúde, que aumentaram com o crescimento da classe média brasileira”.

“O seminário nos deu a maravilhosa oportunidade de conhecer e entender melhor as questões econômicas, bem como as implicações políticas do Brasil, com excelentes expositores que traçaram um panorama completo do país”, destacou a diplomata israelense Galit Baram, integrante da comitiva.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s