Shopping Higienópolis já está no clima de Rosh Hashaná

As vitrines das lojas do Pátio Higienópolis já estão repletas de presentes, cartões especiais, chocolates e objetos para a decoração da mesa de ceia de Rosh Hashaná.  

Para que o ano de 5774 – que pelo calendário judaico começa no próximo dia 4 de setembro – seja doce, as sugestões da Brigaderia, Piso Pacaembu, são os brigadeiros kosher criados especialmente para a data e já embalados para presente (a partir de R$ 26, caixa com 4 unidades, ou até 16 brigadeiros, por R$ 60) e bolsinha colorida para duas unidades (R$18).  

995188_427170110737784_296314664_nNa Cau Chocolates, Piso Higienópolis, é difícil escolher entre  as  barras de chocolate praliné de avelã (foto; $24) e  os chocolates gateau com recheio caramelo de mel, ganache de chocolate, gianduia e avelãs (R$ 132), todas com mensagens especiais para celebrar a data e com parte da renda obtida com a venda revertida para as obras assistenciais do Grupo Chaverim.  

Já a Wondercakes (piso Veiga Filho) sugere as  “Wonderpops”, pipocas caramelizadas e banhadas com chocolate belga (R$ 18,90), ou a cupcake triplo chocolate com 70% de Cacau (R$ 8,50). 

Para os amigos que estão longe, a Papel Magia  (Piso Veiga Fiilho) tem cartões a partir de R$ 9,90; e a Casa 8 oferece cartões especiais, cuja parte da venda se reverte para obras assistenciais de instituições filantrópicas, como Ten Yad,  Unibes, Fundação Acredite, Grupo Chaverim, entre outras,  além de presentes inusitados,  como o livro “52 atividades para os feriados judaicos”.

Para completar,  a Cecilia Dale (piso Veiga Filho), tem sugestões de montagem de mesas para os dias de festas que vem por aí.

 

Anúncios

B’nai B’rith promove viagem para São Lourenço

De 2 a 6 de outubro, a B’nai B’rith de São Paulo promove viagem para São Lourenço. “Vamos repetir o sucesso de Poços de Caldas”, afirma Henrique Goldberg. Vale a pena conferir. Hospedagem com pensão completa no Hotel Sul América. Passeios, parques, próximo à Caxambu. Ônibus de luxo, com saída dia 2 de outubro, às 8h00 na porta da garagem do Clube A Hebraica. 

Informações e reservas com sr. Henrique, Roberta ou Cris, pelo telefone (11) 3082-5844. Se você já viajou com a B’nai Brith conhece o ambiente de fraternidade e alegria, se ainda não conhece venha ver o que estava perdendo e se divertir conosco. Lazer garantido.

 

Código azul é implantado nas unidades de atenção primária de São Paulo

Desde o início de agosto as equipes nos aparelhos de saúde municipais, administrados pelo Instituto Israelita de Responsabilidade Social (IIRS), vêm sendo treinadas neste novo protocolo de socorro às paradas cardiorrespiratórias. Desde o início, 57 colaboradores como médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e auxiliares de enfermagem já foram capacitados e a meta é de 720 profissionais preparados para adotar a padronização de atendimento da parada cardíaca intitulada em todo o mundo como código azul.

Essa forma de atendimento prevê a sistematização do atendimento aos pacientes com suspeita de parada cardiorrespiratória, de forma a abreviar ao máximo o acesso ao suporte básico e avançado de vida. Isso, em linhas gerais, aumenta a taxa de sobrevida dos pacientes e diminui os custos hospitalares e sociais nesse tipo de ocorrência.

Os funcionários estão sendo treinados em bases teóricas e práticas, com o uso de manequins e robôs, adultos e infantis, para o reconhecimento da parada, a técnica correta de ventilação, a organização do atendimento, o usos de dispositivos para liberação da via aérea e o uso do desfibrilador externo automático (DEA).

 

 

 

Vice-chanceler de Israel visita o Congresso

 

Em visita oficial ao Brasil, o vice-ministro do Ministério das Relações Exteriores de Israel, Zeev Elkin, foi recebido na terça-feira (20/08), em Brasília, pelos presidentes da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, e do Senado, Renan Calheiros.

bsb2608

Acompanhado do embaixador de Israel no Brasil, Rafael Eldad, o vice-chanceler pôde conhecer os trabalhos dos parlamentares brasileiros e também trocou experiências sobre o funcionamento do Parlamento israelense. O senador Flexa Ribeiro, presidente do Grupo Parlamentar Brasil-Israel, acompanhou a delegação israelense. Durante a visita, os diplomatas se depararam com as várias manifestações que aconteceram nesta terça-feira no Congresso. Zeev Elkin ficou impressionado com a participação popular, a qual classificou como “viva demonstração da democracia brasileira”. O vice-ministro ainda convidou os parlamentares brasileiros a visitarem Israel. Após a visita ao Congresso, Zeev Elkin e o embaixador Rafael Eldad participaram de reuniões bilaterais no Itamaraty. Além de Brasília, o diplomata teve encontros com autoridades brasileiras e a comunidade judaica no Rio de Janeiro e em São Paulo. A visita teve como objetivo estreitar as relações entre Israel e Brasil.

 

Peretz celebra o bat-mitzvá de sua 46ª turma

No último domingo (25/9), 17 alunas do Colégio I.L Peretz realizaram sua cerimônia de Bat Mitzvá, oficiada pelos rabinos Rogério Cukierman, diretor da área judaica do Peretz, e Ruben Sternschein, da Congregação Israelita Paulista. De acordo com os preceitos judaicos, nesse rito de passagem, as meninas passam a ser consideradas mulheres frente à comunidade.

A cerimônia marca o momento em que as meninas, aos 12 anos, já estão preparadas para assumir suas responsabilidades religiosas. Entoando cânticos e preces, as alunas resumiram em um ato religioso todo o aprendizado de um ano de aulas e atividades semanais.

O discurso do presidente da Acrelbi, Eduardo Alcalay, frisou a importância das jovens manterem seus valores e se preocuparem com o futuro, sempre de forma íntegra e respeitando as ligações familiares. “Foi a luz de um judaísmo forte que construiu a historia milenar de nosso povo. Vocês, a partir de agora, entrando na maioridade judaica, não são mais apenas expectadoras, são personagens ativas, que passam também a construir e levar a nossa historia adiante”.  Eduardo Alcalay, reiterou a importância desse momento para as meninas: “Queridas alunas: nós sabemos que aí dentro do seu peito esse coraçãozinho está batendo mais forte do que nunca. Dá para perceber pelos seus sorrisos, pelo brilho, pela luz maravilhosa que emana de vocês”.

Alcalay comentou que essa luz tem um significado muito importante, porque ela sempre acompanhou o povo judeu por toda a sua história: “Foi essa luz que trouxe vocês até aqui, a luz de seus pais e dos pais de seus pais, para celebrar e se emocionar com vocês na noite de seu Bat Mitzvá”.

Já o rabino Ruben Sternschein discursou para as meninas sobre a missão de cada uma de se apropriar da história e da Torá, conhecendo-a, recebendo-a de um modo pessoal, à própria interpretação: “Pois a Torá não está no céu, não é inalcançável, e não é irrelevante, não está confinada à sinagoga, nem aos mais ortodoxos, nem somente aos rabinos, nem à reza, nem aos chaguim, nem às velas.. Senão  que está em cada ato, em cada palavra, em cada pensamento”. Às bnot mitzvá, recomendou, mesmo que não estivessem fisicamente presentes no recebimento das Leis de D’us por Moisés: “Voltem ao Monte Sinai. Descubram lá suas histórias, apropriem-se delas, usem-nas, acrescentem suas linhas e relevem-se a vocês mesmas através delas”.

Ao final, todas as alunas comemoraram o término das atividades e todo o processo educativo que precedeu o evento, para que essa data não fosse apenas mais um dia especial, mas uma lembrança para se guardar para sempre.

 

 

 

Zukerman & Chamber Players encanta público paulistano

A Unibes promoveu na noite de quinta-feira (15/08/13), no Teatro Cultura Artística Itaim, uma apresentação do violinista Pinchas Zukerman e seu grupo de câmara Pinchas Zukerman & Chamber Players, formado pela violoncelista Amanda Forsyth e pela pianista Angela Cheng.

Os trezentos convidados presentes, lotação máximo do teatro, ficaram encantados com o programa de Beethoven apresentado pelos artistas: Trio para piano, violino e violoncelo em Si bemol maior, WoO 39, “Allegretto “; Sonata para violino e piano no. 5 em Fá maior , Op. 24 – “Primavera”; e Trio para piano, violino e violoncelo em Si bemol maior – “Arquiduque “.

A Unibes conseguiu arrecadar, entre bilheteria e patrocínio, 240 mil reais que serão revertidos para os programas socioeducativos que beneficiam cerca de 14 mil pessoas, de 2 a 120 anos, em 15 projetos diferentes. Para Célia Kochen Parnes, presidente da instituição, é um privilégio poder reunir em uma única noite tantos amigos e parceiros. “São as pessoas que acreditam e apoiam a nossa causa que garantem o sucesso dos eventos promovidos pela Unibes. Isso nos motiva a buscar cada vez mais atrações exclusivas e de qualidade para presentear nossos convidados”.

A presidente ainda afirma que novos eventos já estão sendo estudados para 2014, mas ainda precisa fechar os contratos para revelar o nome da próxima atração. Patrocinadores e apoiadores do evento: Vitacon, Banco Daycoval, Allied, Cau Chocolates, Rent One e Teresinha Nigri.