Em julho, divas da música são homenageadas em shows gratuitos na Hebraica

A programação de julho do Projeto Hebraica Meio-Dia, que leva ao palco do Teatro Arthur Rubinstein atrações culturais gratuitas, todos os domingos, sempre ao meio-dia, traz ao público shows com grandes nomes da cena musical brasileira, com tributos a Elis Regina, Dolores Duran e Edith Piaf, além de toda a alegria da música judaica com o grupo Azdi. Confira a programação:

07 de julho: Grupo Azdi interpreta canções judaicas em ladino (dialeto dos judeus do mediterrâneo) e em ídiche (judeus do leste europeu). O grupo se destaca por levar ao palco instrumentos como banjo, bandolim, violino e acordeão, e por seu repertório que mescla a música judaica tradicional com sonoridades de canções de outros povos.

14 de julho: Show “Piaf, amores e canções”, homenageia Edith Piaf, um dos ícones da música francesa. Com interpretações da cantora mineira Sônia Andrade, acompanhada por Thadeu Romano (acordeon), “Piaf, amores e canções” apresentará clássicos como “La vie em rose”, “Hymne à l´amour” e “Mon manège a moi”.

21 de julho: o cantor Fábio Jorge, acompanhado por um quarteto de piano, bateria, percussão e contrabaixo,  canta clássicos de Dolores Duran, principal intérprete da noite carioca dos anos 50. Fazem parte do repertório canções como “A noite do meu bem”, “Fim de caso”,  “Castigo”, “Por causa de você” e “Estrada de Sol”, – algumas com versões em francês.

28 de julho: Rosa Estevez apresenta um tributo a uma das mais importantes figuras da música brasileira: Elis Regina. Canções como “Madalena”, “Dois pra cá, dois pra lá”, “Me deixas louca” e “Atrás da porta” serão apresentadas pela cantora santista, conhecido nome da noite paulistana desde a década de  1990.

Anúncios

Noite de Inspiração na Sinagoga do Morumbi

Num jantar elegante realizado na última terça-feira, a Sinagoga do Morumbi realizou a sua já tradicional “Noite de Inspiração” em homenagem ao 19º Yurtzheit do Rebe de Lubavitch. Ricardo Berkiensztat foi um dos homenageados com o título de “Ativista 2013”. O estilista Tufi Duek e o ex-Diretor Geraldo Ministério da Educação de Israel, Eliezer Shmueli, foram os oradores da  noite. O Rabino Dovid Goldberg e sua esposa Chany, responsáveis pela grande noite de homenagens e confraternizações realizada no Beit Chabad do Morumbi em homenagem ao  Rebe de Lubavitch, contaram também com a ilustre presença do rabino David Weitman.

Fantástico destaca vencedora do concurso de redação sobre Anne Frank

No Brasil, várias escolas públicas têm o nome de Anne Frank, a jovem alemã de origem judaica que morreu em um campo de concentração nazista há quase 70 anos. Um concurso promovido pela Conib, feito entre alunos dessas escolas, escolheu a melhor redação sobre a vida de Anne Frank. A vencedora foi Lívia, uma estudante de 13 anos de Minas Gerais. O prêmio? Uma viagem inesquecível.

Uma reportagem exibida no último domingo no programa Fantástico, da Tv Globo, mostrou um pouco de como foi a viagem. Momentos marcantes incluíram a experiência dentro do avião – a primeira vez para Lívia e sua mãe; a estudante pedalando pelas ruas de Amsterdã; e a visita de Lívia ao prédio onde Anne ficou escondida por dois anos e onde escreveu o diário, local que hoje funciona como um museu.

Ela também visitou a primeira escola que Anne Frank estudou, e leu a redação que a fez ganhar o concurso para os alunos da escola.

Confira a matéria do Fantástico:

http://www.youtube.com/watch?v=5-4buXd5poA

Filme aborda a imigração judaica do Mediterrâneo

O filme “200 anos de Imigração Judaica do Mediterrâneo”, de Marcio Pitliuk, será exibido em pré-estreia no dia 24 de junho, em São Paulo.

Pitliuk conta a trajetória dos judeus sefaraditas, após a expulsão da Península Ibérica, no final do século 15, passando pela chegada ao Brasil, nos idos de 1810.A obra será exibida às 19h, na Instituição Beneficente Israelita Ten Yad, em conjunto com o lançamento do livro homônimo e sessão de autógrafos com Pitliuk. A publicação é da Editora Maayanot e traz fotos de Ilan Ejzycowicz.

Uma exposição sobre o tema poderá ser visitada na sede do Ten Yad, de 25 de junho a 26 de agosto, das 10h às 16h, de segunda a sexta-feira.

Expo200

Em Maués (AM), barco “Levy III”, que pertenceu a Samuel Levy, filho de Isaac Moisés Levy e da amazonense Cândida Ferreira Gato. Samuel aparece na proa do barco. Informação: Moisés Eliezer Levy

Lottenberg viaja com Temer a Israel para comemorações dos 90 anos do presidente Shimon Peres

O presidente da Conib, Claudio Lottenberg, viajou no último domingo a Israel, em companhia do vice-presidente da República, Michel Temer. Eles participaram das comemorações do 90º aniversario do presidente Shimon Peres.

“Viajo como convidado oficial da delegação brasileira”, comentou Lottenberg. “Isso é motivo de orgulho para nós, brasileiros judeus”.

Lottenberg também falou da importância de Peres para o povo judeu: “A admiração que temos por Peres é enorme, pois sua vida coincide com a vida do Estado judeu. Homem próximo de David Ben Gurion, construiu uma vida de muita luta pelos valores e pela sobrevivência de Israel, tratando de posicionar esta nação com valores altamente comprometidos com o ideário democrático. Poder abraçá-lo traduz para mim o sentimento de abraçar uma historia de valores, pautada pela intelectualidade e pelo respeito à diversidade. Prêmio Nobel da Paz, este homem vem inspirando gerações na luta pela defesa dos direitos humanos e respeito à diversidade. Este é um dos momentos mais especiais de minha vida comunitária”.

Temer iniciou sua agenda oficial com uma visita ao museu do Holocausto (Yad Vashem) em Jerusalém e participou da inauguração em Tel Aviv de um Centro Cultural Brasileiro.

As festividades contaram com a presença de políticos internacionais como o ex-presidente dos EUA Bill Clinton; o ex-presidente da URSS, Mikhail Gorbachev; o ex-primeiro-ministro britânico Tony Blair, e estrelas de Hollywood, como Barbra Streisand, Robert DeNiro e Sharon Stone.

ConferenciaPeres

Jornalista busca judeus emigrantes de países árabes

Jornalista "à Caça" de Judeus Emigrantes de Países Árabes

Judeus Árabes é um projeto multimídia de livro sobre judeus saídos de países árabes e muçulmanos nas décadas de 1950, 1960 e 1970. Os autores são a internacionalista Leslie Sasson Cohen e o jornalista Gabriel Toueg.

Em homenagem ao avô, vindo do Egito em 1956, o jornalista Gabriel Toueg resolveu se embrenhar no projeto.  Em busca da “parte humana” para o livro, Toueg está à procura destes judeus sefaraditas, que relatem como foi esta saída do Oriente Médio e a chegada no Brasil, contribuindo com a riqueza de detalhes que só quem presenciou de fato pode descrever.

Se você faz parte ou conhece famílias judias que tenham chegado ao Brasil de países árabes ou muçulmanos (Marrocos, Tunísia, Líbia, Egito, Iêmen, Líbano, Síria, Turquia, Irã, Iraque), divulgue o projeto e ajude o livro a sair do papel, enriquecendo o contúdo judaico para as próximas gerações!

Página do projeto: https://www.facebook.com/JudeusArabes

Grupo de discussãohttps://www.facebook.com/groups/judeusarabes/

Email de contato do projeto: judeusarabes@gmail.com

Pesquisa estatísticahttp://migre.me/f18pq