Jovens universitários de Michigan fazem trabalho voluntário na Unibes

Jovens universitários de Michigan, EUA, estiveram no Centro de Distribuição do Bazar Unibes para uma tarde de voluntariado. Mais de 5 mil peças de roupas foram triadas e distribuídas para as cinco lojas localizadas no Bom Retiro, Brás e Lapa.

GEDSC DIGITAL CAMERA

Anúncios

Estão abertas as inscrições para o processo seletivo da pós-graduação Einstein

São mais de 20 especializações na área da saúde reconhecidas pelo MEC e ministradas por um corpo docente composto de profissionais de um dos mais conceituados hospitais da América Latina. Faça sua inscrição agora e pague o boleto até o dia 28 de maio para receber 3% de desconto nas mensalidades de todo o curso caso seja aprovado no processo seletivo.
Saiba mais em http://migre.me/dQYp6

 

Exposição “Não Linear”, de Mozart Fernandes

Veja-de-Mozart-FernandesEntre os dias 6 de abril e 5 de maio, a Galeria de Arte da Hebraica traz uma exposição intensa e provocadora do artista plástico Mozart Fernandes, com obras, imagens e efeitos que despertam as mais variadas sensações, como fascínio, contestação e até repulsa. Não Linear mostra um universo sensual e caótico, traduzido em 30 obras inéditas, que fazem uso de materiais diversos: xilogravura, desenho em nanquim, aquarela, acrílica, ou spray sobre os mais variados suportes: jornal, canvas, madeira e plástico. O estilo de Fernandes apresenta a desconstrução das formas e tem como tema recorrente a complexidade e o drama da Mulher. Em Não Linear, o artista amplia seu universo temático e faz uso de outros símbolos para retratar a virilidade e o desejo sexual. Especialista em Design Gráfico, Mozart Fernandes lecionou por quase uma década na área e define a qualidade, tanto no design como na arte, como a capacidade de ampla difusão, a acessibilidade para todos, enfatizada no reaproveitamento de materiais, na urbanidade, na intervenção inusitada e autoral. Colagens de sua obra hoje podem ser vistas em muros de São Paulo e em países como França, Alemanha, Suíça, Suécia, Espanha e Inglaterra.

Seder de Pessach do After School

A Hebraica de São Paulo realizou um Seder de Pessach especial para os jovens que participam do After School, que fizeram rezas e aprenderam sobre o simbolismo da Keará e outros costumes dessa festa judaica.

O After School oferece o suporte necessário para que associados de 6 a 14 anos façam seus deveres e trabalhos escolares supervisionados por monitores especializados, além de oferecer atividades esportivas, artísticas e de lazer.

Chaverot recebem Prêmio Excelência Mulher 2013

A WIZO de São Paulo compartilha com a comunidade o orgulho de ter chaverot como Clara Black e Neide Waitman, ambas do Grupo Tiferet, que recentemente  foram agraciadas , com o Prêmio Excelência Mulher 2013 oferecido pela CIESP Sul/Aca Laurência. A cerimônia de entrega ocorreu em 12 de março, por ocasião do Dia Internacional da Mulher, no Teatro do Sesi. A WIZO SP sente-se engrandecida por ter a cada ano mais chaverot indicadas ao Prêmio que condecora  figuras femininas de destaque por sua valorosa contribuição em diversos setores do cenário nacional.

 

Alunos do Peretz visitam Centro Antigo de São Paulo

43 alunos do 9º ano do Colégio I.L Peretz fizeram uma incursão no mundo das artes, história e finanças ao visitar o Centro antigo da cidade de São Paulo.

O que poderia parecer uma aventura foi o ponto de partida para diversas pesquisas e atividades iniciadas durante a própria visita aos locais elencados pelos professores de Geografia, História, Artes e Educação Financeira sob a coordenação da professora Melanie Grun, coordenadora da área de Ciências Humanas do Peretz, e que se estenderão pelas aulas das respectivas disciplinas.

DSC00033A turma desceu no metrô Sé, onde já foram trabalhando a área de artes e história, ao atravessar a Catedral e o marco zero da cidade, concluindo essa parte no icônico mirante do edifício Martinelli. O intuito dessa caminhada foi os alunos conhecerem alguns pontos importantes de nossa cidade e registrá-los fotograficamente para atividades posteriores. Para os docentes que acompanharam os jovens, sobretudo com a subida ao mirante do Martinelli, isso propiciou uma interessante visão de São Paulo, somado ao fato de que um guia do Condomínio forneceu-lhes informações sobre o mesmo, como o período da construção, o que simbolizou para a época, decadência e resgate do patrimônio histórico. “Eles foram com um roteiro para ser respondido, durante a visitação, com informações que serão resgatadas quando estudarmos o crescimento de São Paulo no início do século 20, sendo que o foco reside no questionamento do que é patrimônio histórico”, explicou Melanie.

Outra parada bem interessante foi a Bovespa. No local, assistiram a um filme em 3D, palestra e a um pregão, sendo que alguns alunos serão convidados a simular aplicações em ações no ‘Desafio BM&F\BOVESPA’, concorrendo com outras escolas. Posteriormente, nas aulas de Educação Financeira, os alunos criarão empresas fictícias, visando a fixação dos conceitos de sustentabilidade e responsabilidade social, e simularão uma bolsa de valores interna ao Colégio.

Essa parte da excursão objetivou desconstruir a ideia de que o Mercado de Capitais é algo distante e incompreensível, aproximando-os da dinâmica de seu funcionamento; reforçar a compreensão de conceitos como: capitais, ações, mercado de capitais, investimento e especulação – a partir da vivência no mundo real; reconhecer as relações entre a Nova Ordem Mundial e os princípios que regem a economia global; perceber a participação do Brasil na economia global considerando aspectos positivos e negativos e verificando potencialidades que poderiam ser desenvolvidas e que modificariam este quadro.

Para Melanie, “tudo isso permitiu que a turma tivesse um maior conhecimento da cidade onde vivem, a partir do uso do metrô, da visita ao Centro e a alguns importantes patrimônios históricos, além de estimular uma visão crítica sobre a ideia do que seja isso”. E acrescenta: “Poucos adultos tiveram essa oportunidade que eles conquistaram hoje, ao visitar a bolsa de valores, e mais ainda, com isso, quebrar tabus e paradigmas, aproximando-os do que hoje pontua, de fato, nossa economia”.