Dia Doce na WIZO

Mais um ano de sucesso do Dia Doce aconteceu na sede da WIZO SP: o Grupo Tzehirot trabalhou a todo vapor na venda especial de produtos para as comemorações de  Rosh Hashaná, contando com as  melhores confeitarias da cidade.

 

Anúncios

Ação da Unibes reúne mais de 8 mil pessoas

No último fim de semana aconteceu a “V Ação Cidadã da Unibes”. Mais de 8 mil pessoas passaram pelo Centro da Criança e do Adolescente da instituição para um dia cheio de atividades gratuitas à população. O evento contou com oficinas de esmaltação, corte de cabelo, palestras, jogos, brincadeiras, culinária, contação de história, exames de glicemia, verificação de pressão e muito mais.

Orquestra de Violões do Lar das Crianças da CIP encanta público

A Orquestra Jovem de Violões do Lar das Crianças da CIP, com regência do maestro Cláudio Weizmann, se apresentou com o violinista Turíbio Santos no Museu da Casa Brasileira. Dividida em duas etapas, a apresentação – que lotou o espaço – contou com um programa solo de Turíbio Santos com peças de Chiquinha Gonzaga e Villa-Lobos. Na segunda parte, os 20 jovens músicos da Orquestra, com idades entre 10 e 18 anos, executaram obras de Tom Jobim, Zequinha de Abreu e Adoniran Barbosa.

Novidades do Einstein

Einstein está entre as melhores empresas para trabalhar

Pelo terceiro ano consecutivo, o Hospital Israelita Albert Einstein está no guia Você S/A Exame – As melhores empresas para trabalhar. Instituição conhecida – e reconhecida pela sua qualidade e excelência, o Einstein aprimora constantemente suas práticas de gestão para oferecer sempre o melhor.

Núcleo de Oncologia Cutânea na Unidade Perdizes

A partir de agora, pacientes com lesões suspeitas de câncer da pele tem à disposição o Núcleo de Oncologia Cutânea, que funciona na Unidade Perdizes (Rua Apiacás, 85. Telefone: 11 2151.1233). O núcleo conta com médicos dermatologistas com experiência em oncologia, equipe de enfermagem especializada e equipamentos instalados em um moderno centro cirúrgico.

Aula inaugural do Shidrug

Foi realizada, na seda da CIP, a aula inaugural do curso de aprimoramento para líderes educadores da comunidade judaica realizado em parceria com a Fundação Arymax e a WUPJ-LA.

Após serem recebidos, os jovens receberam as boas-vindas dos representantes da diretoria da Congregação, da Arymax e do programa para, em seguida, participarem de um animado bate-papo com os convidados. Estiveram presentes Marcelo Maghidman, mestre em Filosofia e consultor especialista em educação; Damian Dzienciarsky, especialista em língua hebraica e Tanach e atual coordenador pedagógico da área judaica do Colégio Peretz; Dr. Eli Gottlieb, diretor do Instituto de Liderança Mandel e vice-presidente da Fundação Mandel em Israel; rabino Michael Marmur, vice-presidente para Assuntos Acadêmicos no Hebrew Union College; e Zvi Bekerman, diretor do Centro Melton da Universidade Hebraica de Jerusalém, onde ensina antropologia da educação. O Dr. Bekerman, o rabino Marmur e o Dr. Gottlieb participaram do encontro através do Skype.

“Tivemos a sorte de receber excelentes candidatos e demos início ao projeto com uma aula de altíssimo nível, não apenas pelo perfil das personalidades locais, de Israel e dos EUA que nos acompanharam, mas também, e principalmente, pelas intervenções dos nossos shidruguim. Foram discutidos vários dos grandes desafios da educação judaica, como a identidade múltipla, a profundidade e a altura do judaísmo, as políticas institucionais, a busca de coerência ideológica, o diálogo com pais, a necessidade de conteúdo diverso e a variedade de metodologias”, comentou o rabino Ruben Sternschein.

KKL e Or Movement anunciam parceira mundial

Eduardo El Kobbi, presidente do KKL Brasil e Ofir Fisher, fundador do Or Movement, anunciaram em 12 de setembro, a consolidação da parceria mundial realizada pelo  KKL com o Or Movement,  projeto que tem como meta povoar o Deserto do Negev e a Galiléia. As duas instituições irão trabalhar juntas para transformar a geografia e o futuro de Israel, com um novo projeto que está sendo apresentado para a comunidade judaica brasileira:  o Carmit.

O  Or Movement tem como missão gerar mudanças estratégicas no Negev e na Galileia e assegurar o futuro de Israel pela incorporação destas áreas à nação, buscando um salto qualitativo na qualidade de vida destas regiões, tornando-as atraentes para uma nova leva de jovens israelenses, além de grupos de famílias, comunidades e novos negócios – que poderão migrar tanto para o Norte quanto para o Sul do país. A proposta é estimular a chegada de meio milhão de pessoas na próxima década.

Comunidades como Carmit, uma nova cidade no Negev localizada a quinze minutos de Be’er Sheva e  acessível por auto-estrada de todas as regiões de Israel,  estão sendo criadas para oferecer uma alternativa à região central de Israel,  superpovoada e com alto custo de vida.

Ofir Fisher (de preto) e Equipe do KKl

Carmit deverá absorver 2650 famílias, entre imigrantes novos e veteranos, além dos israelenses. Será uma comunidade moderna, diversificada e progressista, com um papel central na redefinição da imagem da região sul de Israel.  Ela  será a sede da base de inteligência da IDF a ser inaugurada em 2018 e também de um vasto parque industrial que criará milhares de oportunidades de  emprego num futuro próximo.

“O Projeto Or busca o apoio da comunidade judaica brasileira para dar suporte à realocação de 100 famílias pioneiras no Carmit. Isto é parte da meta populacional da organização para o primeiro bairro. Estas famílias funcionarão como imãs para atrair muitas outras. Nossa experiência mostra que para cada família que ajudamos a assentar no Negev, a região ganha seis outras que vêm se unir a esta primeira. Com 60% da área de Israel e apenas 8% de sua população, o Negev precisa deste projeto e de outros similares, que  são vitais  para o futuro do país”, destaca  Ofir Fischer.

Em Carmit está prevista grande variedade de opções de moradia e de instalações públicas/recreacionais com um centro comunitário, jardim de infância e creche, um centro para jovens e outras edificações de uso coletivo, inclusive a Sinagoga, concluída em março de 2012.

“A parceria mundial do KKL com o Or Movement está sendo inaugurada com o Carmit. Com este projeto de peso vamos ajudar  a construir um novo país e mudar a geografia e a história do país, reconectando esta nova geração às terras de Israel”, declarou Eduardo El Kobbi.

Em 2002, o Or implementou o Centro para o Desenvolvimento do Negev e da Galileia (CDNG), a principal ferramenta para a realocação de famílias na região com esforços que incluem: pesquisa e coleta de dados sobre cada aspecto da realocação, divulgação especializada para cada público, incentivos e facilitação em termos econômicos para atrair famílias, apoio  e acompanhamento às famílias durante todo o processo de realocação e patrocínio às famílias com a ajuda de doadores.

No dia 21 de novembro,  o KKL promoverá seu tradicional Jantar Anual, que acontecerá no Buffet França,  com renda revertida para o Projeto Carmit.

Quem quiser saber mais sobre o Projeto, pode acessar: www.kkl.org.br ou entrar em contato pelo telefone: (11) 3082.9998.

 

 

Vice presidente da Universidade Bar Ilan cumpre extensa agenda em São Paulo

A Universidade Bar Ilan de Israel trouxe ao Brasil, entre os dias 31 de agosto e 5 de setembro,  a professora Yaffa Zilbershats.  Vice-Presidente da Universidade Bar-Ilan ela é considerada uma das maiores especialistas em direito internacional e constitucional de Israel e é vice-presidente da Associação Internacional de Advogados e Juristas Judeus, com sede em Tel Aviv.

Gaby Milevsky, Embaixador Rafael Eldad, Profa. Yaffa Zilbershats e Shimon Ohayon

Em São  Paulo  a Profa. Yaffa participou de uma série de eventos, com destaque para a palestra de abertura da conferência internacional Comunidades Judaicas na América Latina,  na  A Hebraica, no dia 03 de setembro, com a presença de Yaacov Margi, Ministro de Serviços Religiosos de Israel, RafaelEldad, embaixador de Israel no Brasil, Shimon Sharvit, vice- presidente do Ashkelon Academic College e Avigdor Ohana, diretor geral do Ministério de Serviços Religiosos.

O evento, que foi seguido de jantar no Salão Adolpho Bloch  reuniu mais de 80 pesquisadores de universidades de Israel, América Latina, Europa, Estados Unidos e Brasil (que durante três dias participaram da Conferência na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas FFLCH) da USP)  e contou ainda com as presenças de Mario Fleck e Ricardo Berkiensztat, respectivamente presidente e vice -presidente da Federação Israelita do Estado de São Paulo, Gaby Milevsky, diretor de A Hebraica e dos rabinos David Weitman e Yossi Alpern, entre outros.

“Vim conhecer a população judaica da cidade de São Paulo e apresentar os diversos projetos que temos na Universidade Bar Ilan. Além disto, estamos sediando uma importante conferência na USP sobre as comunidades judaicas na América Latina.  Para nós, é muito importante estabelecermos contatos e conhecermos de perto o que se passa na Diáspora”, destacou Yaffa.

Abertura da Conferência aconteceu na A Hebraica

A professora também participou de um encontro com o presidente da Fapesp, Celso Lafer, de reuniões com as representantes da Divisão Feminina do Fundo Comunitário e esteve com  representantes  do Departamento de Educação da Federação Israelita do Estado de São Paulo (Vaad Chinuch) para discutir parcerias com a Universidade, objetivando  melhorar o ensino judaico nas escolas paulistas. Representantes da universidade Bar Ilan, também ministraram palestra sobre a situação dos judeus na Síria, na Sinagoga Beit Yaakov e para um grupo de convidados na residência de Sasson Picciotto.

A Universidade Bar Ilan está localizada em Ramat Gan, subúrbio de Tel Aviv, Israel. Foi inaugurada em 1955 e hoje tem mais de 32.000 estudantes. O seu objetivo é conciliar os estudos religiosos com os estudos seculares.

Os eventos em São Paulo contaram com o apoio da Conib, da Fisesp e do Consulado de Israel em São Paulo.