Campanha do Agasalho da comunidade judaica esquenta o inverno gaúcho

A primeira edição da campanha do agasalho realizada em junho pelas entidades judaicas do Estado com o apoio da FIRS – Federação Israelita do RS teve um grande sucesso. A ação, diferente das que já foram feitas no Estado, reuniu mais de 200 voluntários, que percorreram os bairros Bom Fim, Cidade Baixa, Petrópolis, Moinhos de Vento, Santana e Rio Branco com 5 caminhões que fizeram diferentes rotas. Ao passar pelas ruas, um carro de som acompanhava os voluntários que chamavam os moradores a participarem através da doação de roupas. Nas ruas, “choviam” sacolas de roupa, que eram lançadas das sacadas e janelas dos prédios.

Ao total foram mais de 2 toneladas de roupas arrecadadas.

Ao total foram mais de 2 toneladas de roupas, incluindo sapatos, calças, meias, cobertores, blusões, mantas, toucas, tudo para colaborar com a campanha da prefeitura de Porto Alegre. Essa foi a primeira vez que acontece um evento na qual os moradores não precisam ir até os pontos de coleta distribuídos pela cidade.

Ao final da ação, o prefeito José Fortunati e a primeira-dama, Regina Becker, estiveram presentes na Hebraica para receber a arrecadação que colaborará com a campanha do município. Foram mais de duas toneladas de roupas que serão distribuídas para diferentes entidades de Porto Alegre. A primeira-dama agradeceu a solidariedade e emocionada afirmou que menos pessoas irão passar frio durante este inverno.

Anúncios

Sucesso no 18º Encontro Artístico da Terceira Idade

Em 17 de junho, realizou-se o 18º Encontro Artístico da Terceira Idade, no  Teatro Arthur Rubinstein da Hebraica. O tema central foi a diversidade judaica pelo mundo.

Neste ano, o evento reuniu 7 grupos , que participaram de variadas maneiras, para engrandecer o encontro e para mostrar que é possível obter a longevidade com a máxima qualidade de vida.

O tema central foi a diversidade judaica pelo mundo.

Os grupos participantes foram: ICIB, Hebraica, Unibes, CIP, Congregação Beit Menachem, Congregação Monte Sinai e Residencial Israelita Albert Einstein.

O evento foi aberto por Anita Nisenbaum, diretora do Feliz Idade, grupo da Hebraica que organizou o evento. Após suas palavras, falou, em nome do ATID, da FISESP, a sra. Lucia Gelman. Em seguida, foi apresentado um show com grupos de dança, coral e uma peça teatral.

Anna Schvartzman é homenageada

Foi inaugurada na Aldeia da Esperança uma praça com o seu nome.

No dia 17 de junho , o CIAM (Centro Israelita de Apoio Multidisciplinar) homenageou a sua presidente Honorária, Anna Schvartzman, por sua dedicação aos 24 anos de serviços comunitárias a entidade como presidente.

Foi inaugurada na Aldeia da Esperança uma praça com o seu nome, onde estiveram presentes em torno de 160 pessoas. Com animação do cantor Bruno Zular, foi oferecido um coquetel do Buffet França.

O cerimonial foi feito pelos próprios residentes assistidos na Aldeia da Esperança e tiveram a palavra o atual Presidente Executivo Dr. Abrahão Kerzner e o Presidente do Conselho, Fernando Lottenberg.

Clube das Vovós Lotte Pinkuss comemora 60 anos

Cerca de 300 pessoas estiveram no Salão Nobre da CIP no último dia 12 de junho para a comemoração do 60º aniversário do Clube das Vovós Lotte Pinkuss. Criado em 1952 pela Sra. Lotte Pinkuss z’l , esposa do rabino-mór emérito Prof. Dr. Fritz Pinkuss z’l, o projeto oferece uma tarde de lazer, integração e socialização aos idosos de diversas entidades de São Paulo.

Duas vezes ao mês o chá é oferecido a cerca de 300 convidadas da comunidade e residentes de asilos, acompanhado de uma programação cultural especialmente selecionada. Especiais também são os lanches, chás e bolos – todos preparados e servidos pelas 25 voluntárias do Clube.

Comemoração reuniu cerca de 300 pessoas no Salão Nobre da CIP.

A comemoração do 60º aniversário foi acompanhada de uma apresentação do grupo Azdi, do coral Sameach e dos chazanim Avi Bursztein e Alê Edelstein. O rabino Ruben Sternschein também participou do evento, que contou ainda com o lançamento do livro ’60 anos de sabor e amor’, que traz a rica história do Clube das Vovós acompanhada de deliciosas receitas assinadas pela voluntárias do projeto.

Estiveram presentes, além de representantes da diretoria e do conselho da CIP e do Lar das Crianças, Magali Teresinha da Silva, coordenadora do Núcleo de Atenção os Idoso e representante da presidente do Fundo de Solidariedade do Estado de São Paulo, Lu Alckmin; a coordenadora do Depto. de Serviço Social da UNIBES, Arlete Nago, e a assistente social da entidade, Cynthia Schein; João Batista Aducci, coordenador do Jewish Material Claims, também da UNIBES; Meire Abreu, coordenadora do Projeto Novo Olhar; Luciana Feldman, representante e assessora do vereador Gilberto Natalini; a representante e assessora do vereador Floriano Pesaro, Ester Tarandach; Carmen Nahaissi e Sueli Schreier, do Depto. da Terceira Idade da FISESP; Fany Schkolnik, coordenadora do projeto Tarde da Amizade; Adélia Cabilio, mentora da Bnai Brith São Paulo; e Cristiane A. da Silva e Roberta Zrycki, também da Bnai Brith.

Conib recebe ministro da Justiça para falar de segurança e internet

A diretoria da Confederação Israelita do Brasil, lideranças comunitárias e advogados reuniram-se em 15 de junho com o ministro da Justiça, José Eduardo Martins Cardozo, para conversar sobre temas como segurança pública e racismo na internet.

Advogados , juristas e lideranças da comunidade participaram do encontro.

“O encontro acontece no marco de reuniões frequentes com personalidades de nosso país, achamos que a democracia brasileira se fortalece quando a sociedade civil intensifica o diálogo com seus governantes”, avaliou Claudio Lottenberg, presidente da Conib.

De acordo com Fernando Lottenberg, secretário geral da Conib, em cuja residência se realizou o jantar, o encontro foi proveitoso, permitindo a troca de pontos de vista sobre assuntos sensíveis.

Também participou a deputada Manuela D´Ávila (PC do B/RS).

Bazar WIZO 2012: eficiência e simpatia no atendimento

Antes da abertura do Bazar WIZO 2012, as chaverot se preparam desde cedo para os acertar últimos detalhes antes da abertura dos portões. Isso porque o público também chega cedo. No sábado à noite, muitas horas antes da abertura do Bazar WIZO, já era possível ver pessoas na fila, que dormiriam na rua esperando a abertura dos portões do Clube Piratininga, onde é realizado o empreendimento. Como todo ano, o Bazar atraiu gente de diversas partes da cidade.

O Grupo jovem Barak, junto com membros do Executivo, prontos para receber com a alegria de sempre os clientes do Bazar.

Maria da Conceição Oliveira, que mora no Bom Retiro, é tradicionalmente a primeira da fila há alguns anos. Ela chegou às 10h da manhã de sábado, ou seja, 24 horas antes da abertura dos portões. “Pego de tudo que gosto, roupa, calçado, bolsa, bijuteria, louça, e chego cedo para não correr o risco de perder os melhores produtos”, afirmou. Para atender tanta demanda, muitas voluntárias convidam maridos, filhos, amigos para ajudar que o atendimento seja novamente impecável.